12 de abril de 18 by MASTER LEADER

OS VIESES INCONSCIENTES

Os vieses inconscientes são barreiras invisíveis que impactam diretamente as nossas decisões diárias. São formados por diversos fatores como a educação, família, cultura, religião, experiências pelas quais passamos. Com base nesses fatores, temos percepções e fazemos julgamentos em relação às pessoas e tomamos decisões, de forma automática e não consciente, o que muitas vezes nem é percebido por nós.

Quando nascemos, o cérebro apresenta uma estrutura parcialmente formada. Os neurônios já estão formados e posicionados nos locais adequados, mas é a interação com o ambiente que dará continuidade a esta formação. Um pesquisador chamado Vernon Mountcastle identificou em 1957 que o neocórtex é formado por colunas corticais, responsáveis pela identificação de padrões, ou seja, uma vez identificado um padrão, o cérebro já antecipa possíveis relações com esse padrão. O processamento cerebral ocorre desta forma, pois se o cérebro tivesse um processamento sequencial, no qual não pudéssemos antecipasse possíveis padrões, levaríamos muito tempo para tomar decisões e realizar as nossas tarefas diárias. O neocórtex, portanto, está prevendo aquilo que vai encontrar. Dessa forma, entendemos que o processamento inconsciente de informações é muito útil, mas pode ser prejudicial em situações de julgamento e tomada de decisão em relação às outras pessoas.

Na neurociência identificamos duas formas de processamento cognitivo, Sistema 1 e Sistema 2. O Sistema 1 é o sistema de operação inconsciente, bastante antigo em termos evolutivos. O Sistema 2 é o sistema consciente, e sua estrutura é mais recente, destacando principalmente a parte do córtex pré-frontal, que envolve o controle de diferentes sistemas cognitivos como a linguagem, planejamento e tomada de decisão. O funcionamento do sistema 1 pode ser controlado pelo sistema 2, o que permite fazer escolhas mais conscientes.

Na antiguidade, onde andávamos em grupos menores e mais homogêneos, o sistema 1 foi formado para detectarmos ameaças potenciais e possíveis doenças que poderiam ser transmitidas por outras espécies. Esse sistema continua ativo em nós, o que num mundo globalizado, onde interagimos com diferentes raças, culturas, interfere diretamente nos preconceitos que criamos, definindo inconscientemente quem pode ser uma ameaça para o nosso grupo. O Sistema 2 é mais lento, sendo formado até o início da vida adulta. Esse sistema pode atuar sobre os vieses inconscientes do Sistema 1, racionalizando as decisões. Por isso, o estímulo e formação do sistema 2 de processamento é fundamental para que o cérebro primitivo consiga ter uma melhor atuação na sociedade moderna.

Existem vários tipos de vieses inconscientes, sendo que os 5 principais são:

  1. Viés de Afinidade: é a tendência de avaliar melhor quem se parece conosco, como por exemplo em questões de gênero, raça, idade, histórias de vida, entre outros.
  2. Viés de Percepção: quando reforçamos estereótipos que são definidos por influência da sociedade ou cultura na qual estamos inseridos.
  3. Viés Confirmatório: procuramos informações que confirmem as nossas hipóteses iniciais e rejeitamos as que são contrárias.
  4. Efeito de halo/auréola: exibimos uma preferência inconsciente com apenas uma informação positiva ou agradável da pessoa, o que nos leva a avaliar positivamente todo o restante das informações.
  5. Efeito de grupo: seguimos o padrão de um grupo. A pressão que é colocada pelo grupo pode fazer com que todos busquem convergir com a mesma ideia.

Segue abaixo quatro ações que podem nos ajudar a trabalhar nossos vieses inconscientes:

  • Reconhecer que temos vieses inconscientes.
  • Identificar quais são os nossos vieses inconscientes. Existem Testes de Associação Implícita (ITAs) disponíveis na internet, que nos ajudam a identificar.
  • Pedir que outros nos apontem no momento em que temos um pensamento ou ação que possa estar sendo influenciado por um viés inconsciente.
  • Buscar interagir com pessoas diferentes do nosso perfil.

por: Veronica Ahrens

Programa ProMind: o segredo para ter uma vida plena
Detalhes do curso
Programa ProMind: o segredo para ter uma vida plena

Todos nós buscamos construir uma carreira de sucesso, melhorar os nossos relacionamentos interpessoais e obter maior qualidade de vida. Para isso, precisamos aprender mais sobre o nosso funcionamento interno.
Saiba mais sobre o curso aqui

* Podemos entrar em contato via e-mail e ou telefone.

Inscreva-se
Aguarde, estamos enviando.
Entraremos em contato em breve!
Erro ao enviar.

Todos nós buscamos construir uma carreira de sucesso, melhorar os nossos relacionamentos interpessoais e obter maior qualidade de vida. Para isso, precisamos aprender mais sobre o nosso funcionamento interno.
Saiba mais sobre o curso aqui

ILT – Inner Leader Training: expandindo o seu potencial
Detalhes do curso
ILT – Inner Leader Training: expandindo o seu potencial

Este curso é um processo profundo de autoconhecimento, no qual o participante irá identificar as suas programações internas e as estratégias potencializadoras e limitantes que utiliza em sua vida profissional e pessoal, aprendendo ferramentas que o ajudarão a alcançar os objetivos que deseja, tonando-se líder de si mesmo.
Saiba mais sobre o curso aqui

* Podemos entrar em contato via e-mail e ou telefone.

Inscreva-se
Aguarde, estamos enviando.
Entraremos em contato em breve!
Erro ao enviar.

Este curso é um processo profundo de autoconhecimento, no qual o participante irá identificar as suas programações internas e as estratégias potencializadoras e limitantes que utiliza em sua vida profissional e pessoal, aprendendo ferramentas que o ajudarão a alcançar os objetivos que deseja, tonando-se líder de si mesmo.
Saiba mais sobre o curso aqui